SiteLock

_____________________

Nossos Blogs

Em Gotas: Pessoas, Educação e Negócios

Walter Gassenferth

Walter Gassenferth

Gerenciamento de Projetos

Walther Krause

Walther Krause

Sustentabilidade e Gestão

Ciro Mendonça

Ciro Mendonça

Relações com Investidores

Silvia Pereira

Silvia Pereira       

Gestão de Pessoas em Contos

Samir de Oliveira Ramos

Samir Ramos

Economia e Gestão de Negócios

Ruy Quintans

Ruy Quintans


Dois P na Gestão

Blog Dois P na Gestão

João Paulo Iunes


 Processo Decisório 

Ruy MottaRuy Motta

.

Leia o Blog Finalité

sobre Marketing e Negócios

.

.

_________________________________________

Apoio

Google AgendaFacilidades do siteWeb MailGoogle TradutorOutros Sites

________________________________________

Redes Sociais

FacebookTwitter

Google+TumblrLinkedin

________________________________________


.

.

.

 

.

.

Silvia PereiraBLOG RELAÇÕE$ COM INVE$TIDORE$Mapa do Blog

por Silvia Pereira,                                                                     Para deixar COMENTÁRIOS clique no título do Post

professora do IBMEC e da ESPM;

ex-executiva da EMBRATEL na

área de Relações com Investidores

.


.

.

Governança Corporativa nas Estatais e a Cultura Brasileira

Postado 2016/05/22

Ao ler o Jornal o Globo em 13 de maio de 2016, a notícia “Pente-fino nas estatais”[i] chamou atenção. Nela as repórteres afirmam que Michel Temer (presidente interino) pediu a equipe para ‘passar um pente-fino’ nas estatais, fazendo uma “devassa nos contratos” e impondo “gestão mais bem avaliada pelo mercado”. Em seguida, dizem “Isso não significa que as estatais não continuarão aparelhadas. Se, antes seu comando era dividido entre PT, PMDB e PP, com a saída dos petistas, os políticos dos dois últimos partidos continuarão a fatiar as empresas.”

Leia o resto desta entrada »

Onde estão os que “sopram o apito”?

Postado 2015/03/13

Será que a discussão sobre delação por parte de funcionários (whistleblowing) emplaca?

 

Antes de continuar, aviso: não tenho respostas, só perguntas. Se por um lado o Brasil discute ativamente questões de governança corporativa e as “boas práticas” são conhecidas (não necessariamente praticadas), eu sempre me questionei por que o whistleblowing nunca entrou na lista de tópicos, ganhou profundidade ou destaque na mídia.

Leia o resto desta entrada »

O que é Transparência?

Postado 2015/01/11

Parte 3 – Padrões de transparência obrigatórios para companhias de capital aberto – o IFRS (PWC E IBRI, 2010) e o Formulário de Referência

O padrão de transparência mais básico é o contábil, pois a função da contabilidade é mensurar e registrar o valor monetário dos bens (ativos), das dívidas e recursos de terceiros (passivo) e dos acionistas/cotistas (patrimônio líquido) refletindo da melhor maneira possível o tamanho e desempenho econômico da organização. Esses números são apresentados em relatórios periódicos (demonstração de resultado, balanço patrimonial, demonstração de fluxo de caixa, notas explicativas, etc.) que no conjunto formam as demonstrações financeiras da entidade.

Leia o resto desta entrada »

O que é Transparência?

Postado 2014/09/21

Parte 2 – Princípios para ser transparente - uma abordagem pragmática da transparência

Como intenções não são visíveis o desejo de transparência precisa ser demonstrado por meio de ações que possam ser acompanhadas e até medidas. Para que não seja mais um discurso desassociado da prática, proponho uma abordagem pragmática orientada por alguns princípios. São eles: periodicidade, comparabilidade, relevância, tempestividade, acessibilidade, simultaneidade, interatividade e padrão de divulgação (disclosure standard). 

Leia o resto desta entrada »

O Que é Transparência?

Postado 2014/08/31

Parte 1 – A prestação de contas econômico-financeira, ambiental e social é um dever moral das empresas e um direito do cidadão.

Além de atributo de um material através do qual se vê a mesma cor, volume, densidade e textura de outro objeto como se visto a olho nu, um dos significados da palavra transparente é “que deixa perceber um sentido oculto; evidente, claro (Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa); outro, no idioma inglês é “easily understood, recognized or detected; obvious ou ainda “frank” (Webster’s New World Dictionary).

Leia o resto desta entrada »

O Papel do Mercado de Capitais na Distribuição da Riqueza e na Alocação de Recursos no Tempo - Parte 5

Postado 2014/07/12

Falar para jovens de 20 anos que, desde já, precisam aprender a investir para prover seu sustento em uma velhice que chegará daqui a 60 anos não é fácil. Mostrar que: (i) uma melhor alocação e gestão de riscos dos recursos de poupança; (ii) o perfil demográfico brasileiro; (iii) pulverização do capital das companhias, (iv) distribuição de riqueza, (v) sustentabilidade e (vi) competitividade do país são temas relacionados à governança corporativa, mais ainda. São vários raciocínios longos. Mas vamos tentar por etapas.


Parte 5 – Alocação de Recursos e Distribuição da Riqueza

Leia o resto desta entrada »

O Papel do Mercado de Capitais na Distribuição da Riqueza e na Alocação de Recursos no Tempo - Parte 4

Postado 2014/06/22

Falar para jovens de 20 anos que, desde já, precisam aprender a investir para prover seu sustento em uma velhice que chegará daqui a 60 anos não é fácil. Mostrar que: (i) uma melhor alocação e gestão de riscos dos recursos de poupança; (ii) o perfil demográfico brasileiro; (iii) pulverização do capital das companhias, (iv) distribuição de riqueza, (v) sustentabilidade e (vi) competitividade do país são temas relacionados à governança corporativa, mais ainda. São vários raciocínios longos. Mas vamos tentar por etapas.


Parte 4 – Previdência Complementar, Governança Corporativa e Crescimento do PIB

Leia o resto desta entrada »

O Papel do Mercado de Capitais na Distribuição da Riqueza e na Alocação de Recursos no Tempo - Parte 3

Postado 2014/04/13

Falar para jovens de 20 anos que, desde já, precisam aprender a investir para prover seu sustento em uma velhice que chegará daqui a 60 anos não é fácil. Mostrar que: (i) uma melhor alocação e gestão de riscos dos recursos de poupança; (ii) o perfil demográfico brasileiro; (iii) pulverização do capital das companhias, (iv) distribuição de riqueza, (v) sustentabilidade e (vi) competitividade do país são temas relacionados à governança corporativa, mais ainda. São vários raciocínios longos. Mas vamos tentar por etapas.


Parte 3 – Transferência de riqueza para o futuro e a boa governança corporativa

Leia o resto desta entrada »

O Papel do Mercado de Capitais na Distribuição da Riqueza e na Alocação de Recursos no Tempo - Parte 2

Postado 2014/03/09

Falar para jovens de 20 anos que, desde já, precisam aprender a investir para prover seu sustento em uma velhice que chegará daqui a 60 anos não é fácil. Mostrar que: (i) uma melhor alocação e gestão de riscos dos recursos de poupança; (ii) o perfil demográfico brasileiro; (iii) pulverização do capital das companhias, (iv) distribuição de riqueza, (v) sustentabilidade e (vi) competitividade do país são temas relacionados à governança corporativa, mais ainda. São vários raciocínios longos. Mas vamos tentar por etapas.


Parte 2 – Trabalho remunerado, destino da remuneração e criação de riqueza

Leia o resto desta entrada »

O Papel do Mercado de Capitais na Distribuição da Riqueza e na Alocação de Recursos no Tempo - Parte 1

Postado 2014/02/01

 

Falar para jovens de 20 anos que, desde já, precisam aprender a investir para prover seu sustento em uma velhice que chegará daqui a 60 anos não é fácil. Mostrar que: (i) uma melhor alocação e gestão de riscos dos recursos de poupança; (ii) o perfil demográfico brasileiro; (iii) pulverização do capital das companhias, (iv) distribuição de riqueza, (v) sustentabilidade e (vi) competitividade do país são temas relacionados à governança corporativa, mais ainda. São vários raciocínios longos. Mas vamos tentar por etapas.

 

Parte 1 - As sociedades são sustentadas pela população economicamente ativa

Leia o resto desta entrada »